Santana de Parnaíba celebra neste sábado, 10/05, tradicional Festa do Cururuquara

Santana de Parnaíba celebra neste sábado, 10/05, tradicional Festa do Cururuquara

A Festa do Cururuquara terá início às 17horas com diversas atrações e espera receber público de diversas regiõesA Prefeitura, por intermédio da Secretaria de Cultura e Turismo, realiza neste sábado, 10/05, a partir das 17 horas, tradicional Festa do Cururuquara. Em sua 127ª edição, o evento visa o resgate histórico-cultural e seu principal objetivo é comemorar a abolição da escravatura no Brasil, que ocorreu em 13 de maio de 1888, por meio da Lei Áurea.

Atualmente os descendentes dos ex-escravos – todos moradores do bairro – promovem a festa que inicia às 17 horas com a Reza Cabocla. Em seguida, às 18 horas, os devotos saem em procissão em louvor a São Benedito (protetor dos escravos) e a Nossa Senhora do Carmo. Após a procissão, uma missa é realizada. Em seguida ocorre à apresentação do tradicional Samba de Bumbo. Confira programação completa no quadro abaixo.

É importante ressaltar que o acesso ao Cururuquara é pelo Km 40,5 da Rodovia Castello Branco, sentido interior/capital, após o Castelinho da Pamonha, próximo à passarela de pedestres.

Surgimento da Festa

Felizes com a assinatura da Lei Áurea, os escravos de Nhô Bueno foram até a Capela de São Benedito, conhecida como Capela das Palmeiras, para agradecer a liberdade.

De acordo com registros históricos, os negros permaneceram no local durante quatro dias, dançando, cantando e tocando samba de bumbo. Em louvor ao santo, eles plantaram quatro coqueiros em frente à capela. Desde então, os ex-escravos e seus descendentes passaram a se reunir no mesmo local, todos os anos, para lembrar a data.

Antigamente, a imagem de São Benedito permanecia por um ano na casa de um dos moradores do bairro. E, sempre no dia 13 de maio, os fiéis iam até o local onde o santo estava hospedado e o levavam até a Igreja. Depois da missa e das festividades, a imagem seguia em cortejo até a casa de outro morador.

Anos depois, começaram a ser realizadas duas procissões, que se encontravam no meio do caminho e seguiam juntas até a Igreja. Com a doação da imagem de Nossa Senhora do Carmo, no final da década de 60, uma das procissões começou a sair da Igreja de São Benedito, com a imagem da Santa, e a outra da Capelinha, com a de São Benedito.

Quando os cortejos se encontravam, acontecia uma queima de fogos e os seus integrantes retornavam juntos à Igreja, onde era realizada uma missa. Em seguida, era feito o levantamento do mastro, tradicionalmente socado pelos festeiros, por acreditarem que o ato traz bons fluídos. Essa tradição mantém-se até os dias de hoje, sendo repetida na Festa do Cururuquara, todos os anos.

Mais tarde, foram incluídos na festa os violeiros, assim como o leilão de prendas e a quermesse. Com o dinheiro arrecadado nas festas foi construída a Igreja atrás da centenária Capela de São Benedito, no final da década de 60.

Programação completa

Horário

Atividade

17h00

Reza cabocla

18h00

Procissão

19h00

19h50

Missa

Levantamento do Mastro

20h00

Bumbos do Cururuquara

20h30

21h30

22h30

Samba do Cururuquara

Programação da Igreja

Apresentação de Samba de Bumbo

 

Fotos: Marcio Koch
Texto: Cintia Almeida MTB nº 76.413/SP

 

 

Assine Nossa Newsletter

Seu Email:

Seu Nome:


Quem Curti o ParnaíbaWEB

Login

copyright © 2007 - 2013 - www.parnaibaweb.com.br