Esportes

Tite comenta erros cometidos no 0 a 0 e define partida como satisfatória

tite-comenta-erros-conrinthiansEm entrevista pós-jogo, Tite apontou erros que foram cometidos pelo Corinthians no empate com o Grêmio, neste último domingo (15). Os times se encontraram na Arena Corinthians em partida válida pela primeira rodada do Brasileirão.

O técnico do Corinthians comentou sobre o confronto, que terminou em 0 a 0, e apontou semelhanças no adversário. “Duas escolas do futebol de triangulação, troca de passe, posicionais... Ela não é quebra bola na frente, disputa, vai e tromba. No primeiro tempo não teve cartão, por exemplo. Erro que cometemos: nas 13 chances que tivemos precipitamos, um pouco pela ansiedade da equipe de transformar o que criou em gol”, disse Tite comparando a equipe do Corinthians e a do adversário gaúcho.

Atual campeão do Brasileirão, o treinador Tite deixou sua impressão sobre a partida que terminou sem gols. “Se tivesse sido 3 a 3 para mim teria sido um belo jogo. O Grêmio soube se postar, principalmente no segundo tempo, buscando o contra-ataque. Para mim, jogo bonito, satisfação. Em que não gostei de não ter gols. Jogo feio é com bola pra frente, 'porrada', deslealdade”, completou o treinador.

O próximo confronto do Corinthians será no domingo que vem (22), no Barradão, em Salvador (BA). A equipe alvinegra enfrentará o Vitória pela segunda rodada do Brasileirão, às 16h.

Add a comment

Gabriel Jesus festeja goleada do Palmeiras na estreia do nacional

gabriel-jesus-festeja-palmeirasResponsável por dois gols, o atacante Gabriel Jesus fez uma ótima partida e foi um dos destaques da goleada do Palmeiras sobre o Atlético (PR), por 4 a 0, em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Após o final da partida, o atacante comemorou a boa atuação da equipe e falou sobre os objetivos do Palmeiras na competição. “Estávamos precisando de um jogo assim. Dominamos o jogo inteiro, tivemos mais posse de bola e conseguimos concluir a gol. A gente fica muito feliz, mas foi apenas o primeiro jogo, tem mais 37 pela frente. O Palmeiras vai ser um dos favoritos em todos os campeonatos que disputar, pela grandeza do clube. Estamos focados e queremos fazer um bom campeonato. Este jogo foi um pontapé importante”, disse o camisa 33.

Apesar do foco ser voltado à competição, Gabriel também foi perguntado sobre a possibilidade de defender a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos deste ano. Com maturidade, o jogador demonstrou não ter pressa. “Eu sou bem tranquilo, hoje consegui mostrar meu futebol. Não me preocupo com especulações, meu foco é no Palmeiras. Tenho orgulho de jogar neste time e quero construir minha história aqui”, completou o atleta alviverde.

O próximo compromisso do Palmeiras será contra a Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli, às 16h, do próximo sábado (21), válido pela segunda rodada do Brasileirão.

Add a comment

Lucas Fernandes revela ajuda de Kardec para marcar gol da vitória

sao-pauloPor 1 a 0, o São Paulo venceu o Botafogo na primeira rodada do Brasileirão 2016. Aos 21 minutos do primeiro tempo, o meia Lucas Fernandes ajeitou a bola e cobrou a falta na intermediária. Para completar, foi o primeiro tento de falta do São Paulo desde a “Era do M1TO”, já que o último havia sido marcado por Michel Bastos na partida contra o Santos, que resultou em 3 a 2 no Morumbi, no dia 3 de junho de 2015.

O jovem revelou a felicidade por ter marcado o gol da vitória e contou o que Kardec disse a ele minutos antes da cobrança. “Feliz pelo primeiro gol, é bom começar assim. Acho que foi muito significativo para a minha carreira e espero que seja o primeiro gol de muitos. Eu tenho trabalhado para isso, e fui feliz por aproveitar hoje. Esse gol foi importante para a equipe”, festejou o jogador sobre o feito de sucesso.

Lucas conta que Kardec conversou com ele para dar apoio quanto ao que estava por ser feito. “O Kardec pegou a bola, um voto de confiança que ele me deu, já que sabe o quanto eu treino e gosto de bater falta também, e ele falou: ‘Pega a bola e bate que eu sei que você consegue’. Peguei, com atitude, e pude acertar um belo chute. Depois, ele falou: ‘Eu disse que você ia conseguir'”, revelou Lucas Fernandes, que finalizou com um pedido. “Espero que meus companheiros depositem o voto de confiança em mim. Vou treinar bastante para isso, porque não é fácil”, completou.

Apesar de ter sido decisivo para o confronto, o camisa 29 retornou o foco no duelo de volta das quartas de final da Libertadores da América 2016. Em Belo Horizonte, o Tricolor irá enfrentar o Atlético (MG) na próxima quarta-feira (18). “Agora é preparar para quarta-feira que é o jogo mais importante para nós. Se o Patón precisar, estou à disposição. Eu prefiro jogar mais pelo meio, pegar a bola de frente e municiar os pontas, e o atacante, como o Kardec. Chegar de frente para bater no gol. Fui feliz de fazer um bonito gol e ajudar meu time a sair com a vitória”, disse.

Add a comment

Prass defende pênalti e Palmeiras ganha clássico contra o Corinthians

prass-defende-penaltyO Palmeiras, na base da raça, venceu o Corinthians por 1 a 0 no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela penúltima rodada da primeira fase do Paulistão Itaipava. O duelo teve desde Fernando Prass defendendo pênalti até o pequenino Dudu fazendo gol de cabeça.

Com a vitória, o Palmeiras deixou a lanterna do Grupo B e assumiu a liderança, agora com 21 pontos, um a mais que o São Bernardo, segundo colocado. Já o Corinthians, com o revés, permanece com os mesmos 32 pontos e na primeira posição do Grupo D. Já está classificado às quartas de final, quando enfrentará o também já garantido Red Bull Brasil.

O primeiro tempo do clássico foi muito abaixo do esperado. Palmeiras e Corinthians tiveram poucas chances de gol. Aos 16 minutos, o time do Parque São Jorge quase abriu o placar. Giovanni Augusto lançou Lucca e de esquerda o atacante Lucca acertou o canto de Fernando Prass.

Não demorou e o Palmeiras respondeu aos 21 minutos. Gabriel Jesus lançou Alecsandro. O atacante ganhou disputa de bola e chutou forte. No centro do gol. Cássio espalmou para escanteio. Antes do intervalo, aos 34 minutos, o Corinthians voltou a chegar com perigo. Bruno Henrique chutou de fora da área. Sobre o gol.

No segundo tempo, o Palmeiras voltou mais ofensivo e poderia ter aberto o placar aos nove minutos. Gabriel Jesus cruzou da esquerda e encontrou Alecsandro livre de marcação. O atacante chutou, mas Cássio defendeu no puro reflexo. Uma grande defesa e que livrou o time alvinegro de ficar em desvantagem no marcador.

A partir dos 20 minutos, o duelo ganhou emoção. Muita marcação e oportunidades de gol dos dois lados. Aos 27 minutos, Matheus Salles derrubou Giovanni Augusto na área e o árbitro marcou pênalti. Lucca foi para a cobrança e Fernando Prass defendeu.

Logo depois o ditado ‘quem não faz, leva’ funcionou. Aos 32 minutos, Zé Roberto desviou cobrança de falta, Cássio saiu mal do gol e Dudu, de cabeça, colocou nas redes. Depois disso o Palmeiras se segurou na defesa e esperou o apito final.enefícios da micropigmentação !!! Estamos esperando por vocês ...

Add a comment

Em noite de empates, São Paulo perde liderança e Corinthians garante ponta

paulistao-itaipavaA 13ª rodada do Paulistão Itaipava começou nesta quarta-feira com seis jogos e foi marcada por empates (quatro no total). Enquanto o São Paulo ficou na igualdade fora de casa e perdeu a liderança do Grupo C, o Corinthians venceu na Arena e garantiu a melhor campanha da primeira fase.

Na Arena, em São Paulo, o Corinthians perdeu dois pênaltis (defendidos por João Carlos), mas derrotou a Ponte Preta por 2 a 1, chegando aos 32 pontos. O time campineiro é o terceiro do Grupo B com 16, ainda com chances de classificação.

No Anísio Haddad, em São José do Rio Preto, o São Paulo arrancou um empate com gol no último minuto contra o Linense, por 1 a 1. O resultado derrubou os paulistanos da liderança do Grupo C, com 19, e praticamente tirou o time de Lins do perigo do rebaixamento. São 18 pontos, cinco na frente do XV, primeiro dentro da degola.

Quem comemorou o empate do São Paulo foi o Osasco Audax. Em Itápolis, o time da Grande São Paulo derrotou o Oeste por 3 a 1 no Estádio dos Amaros, com dois gols no final da partida. Os osasquenses chegaram aos 21 pontos, na ponta do Grupo C, enquanto o Oeste se complicou, em 17º lugar, com 12 pontos.

Ainda pela parte de baixo da classificação, XV de Piracicaba e Botafogo ficaram no 1 a 1 no Barão de Serra Negra e seguem na zona de rebaixamento, com 13 pontos. O Capivariano, por sua vez, se complicou ainda mais na briga contra o descenso ao empatar pelo mesmo placar com o São Bento.

A equipe de Capivari está na penúltima posição com dez pontos, enquanto os sorocabanos lideram o Grupo A com 24, um a mais que o Santos, que entra em campo nesta quinta. Ainda, Água Santa e Ituano ficaram no 0 a 0, no Distrital do Inamar, em Diadema.

Confira os jogos da 13ª rodada

Quarta-feira
Água Santa 0 x 0 Ituano
XV de Piracicaba 1 x 1 Botafogo
Capivariano 1 x 1 São Bento
Linense 1 x 1 São Paulo
Oeste 1 x 3 Osasco Audax
Corinthians 2 x 1 Ponte Preta

Quinta-feira
17hrs
São Bernardo x Mogi Mirim
20h30
Red Bull x Novorizontino
Palmeiras x Rio Claro
21h30
Santos x Ferroviária

Add a comment

Confira os 23 convocados do Brasil para a Copa do Mundo

selecao brasileira Add a comment

Leia mais:Confira os 23 convocados do Brasil para a Copa do Mundo

Corinthians empata sem gols com líder Cruzeiro no Pacaembu

corinthians-futebol-clubEm busca da reabilitação no Campeonato Brasileiro, o Corinthians recebeu o líder da competição, o Cruzeiro, neste domingo (22) e a partida terminou empatada por 0 a 0.

Com 31 pontos, o Corinthians pode terminar a rodada com uma distância maior do G4. O Cruzeiro segue na primeira posição, com 50.

O Cruzeiro chegou ao ataque no começo da partida e Willian teve a chance de fazer o gol, mas acabou desperdiçando a jogada.

Danilo aproveitou sobra de cruzamento na área e foi para o chute, mas a defesa cruzeirense fez o corte. Aos 12 minutos, Nílton chegou para o cabeceio e Cássio conseguiu a defesa.

O Cruzeiro teve mais uma chance de fazer o gol aos 16, no lançamento de Egídio para Willian, mas Cássio defendeu. O Corinthians mostrava pouca iniciativa ofensiva e deixava o Cruzeiro criar as chances de gol.

A pressão seguia sendo do Cruzeiro, que arriscava mais no ataque. O Corinthians tentava ficar com a posse de bola para conseguir a oportunidade de finalizar.

Aos 39, Danilo foi para o chute, mas não conseguiu bater em direção ao gol. O Corinthians tentava, mas não conseguia criar chances reais de gol.

No começo do segundo tempo, Emerson tentou o arremate, mas mandou a bola longe do gol. O camisa 11 teve nova chance após cruzamento da esquerda, mas cabeceou longe da meta adversária.

O Corinthians teve mais duas chances para abrir o placar, parando em ambas na defesa adversária. Aos 12 minutos, Douglas arrematou e Fábio conseguiu a defesa.

A equipe anfitriã era quem se arriscava mais ao gol e criava chances para abrir o placar. O Cruzeiro buscava espaços para suas chances, enfrentando dificuldade com a marcação corintiana.

Alexandre Pato tirou o zagueiro da jogada e arriscou o chute, mas longe do gol de Fábio. Depois, Danilo foi para o arremate após receber do próprio Pato e mandou para a defesa do goleiro mineiro.

Júlio Baptista, aos 46, partiu em jogada de velocidade e invadiu a área, mas o chute foi em cima de Cássio.

Próximos jogos de Corinthians e Cruzeiro pela 24ª rodada do Brasileirão 2013

Internacional x Cruzeiro - 29/set - 16h00 - Estádio do Vale

Portuguesa x Corinthians - 22/set - 16h00 - Estádio Morenão

Ficha Técnica

Corinthians x Cruzeiro

Local: Pacaembu, São Paulo;

Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR);
Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa e Luiz Antonio Muniz de Oliveira (ambos do RJ);
Assistentes adicionais: Antonio Denival de Morais (PR) e Rodrigo D. Alonso Ferreira (SC);

Corinthians: Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Igor; Ralf, Maldonado e Douglas; Romarinho, Emerson (Alexandre Pato) e Danilo.
Técnico: Tite.

Cruzeiro: Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton, Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart (Anselmo Ramon); Willian (Dagoberto) e Borges (Júlio Baptista).
Técnico: Marcelo Oliveira.

CA: Emerson e Paulo André (COR); Lucas Silva e Ricardo Goulart (CRU).

Add a comment

Santos vence Criciúma-SC por 2 a 1 e mantém aproximação do G4

santos-futebol-clubeSantos e Criciúma se enfrentaram neste domingo (22) pelo Brasileirão 2013, com a vitória santista pelo placar de 2 a 1.

Com 32 pontos, o Santos sobe para o sétimo lugar e começa a se aproximar do G4. O Criciúma, com 24, fica na zona de rebaixamento.

Montillo bateu falta e a bola passou ao lado do gol, na primeira chance de finalização da partida. O argentino arriscou novamente na bola parada aos sete minutos e acertou o travessão.

Aos dez minutos, Cicinho cruzou para Thiago Ribeiro desperdiçar a chance de abrir o placar da Vila Belmiro.

Willian José arriscou o chute aos 19 minutos e Helton Leite pulou para fazer a defesa. Na sequência do lance, Gustavo Henrique desviou cobrança de escanteio e Thiago Ribeiro fez o gol santista.

O Santos tocava a bola e controlava o ritmo de jogo, enquanto o Criciúma buscava reagir em campo, tentando abrir espaços na defesa adversária.

Aos 41, Willian José aumentou a vantagem santista na Vila Belmiro, recebendo passe de Montillo para dar um toque e vencer Helton Leite.

O Criciúma voltou para o segundo tempo tentando o ataque e Fábio Ferreira chegou com perigo, mas não conseguiu fazer o gol.

Tony bateu falta aos 15 minutos e Aranha conseguiu a defesa. O Santos tocava a bola e controlava o ritmo da partida.

Montillo foi para o arremate após receber de Cicinho e a bola foi longe do gol. O ritmo da partida era equilibrado, com o Criciúma conseguindo se lançar mais ao ataque.

Aos 33 minutos, Tony diminuiu para o Criciúma em cobrança de falta que passou pela área e foi parar nas redes de Aranha.

O time catarinense buscava o ataque para chegar ao empate e o Santos se limitou a conter as investidas dos visitantes e teve a chance de fazer o terceiro quando Giva invadiu a área e tirou Helton Leite da jogada, mas bateu pela linha de fundo.

Próximos jogos de Santos e Criciúma pela 24ª rodada do Brasileirão 2013

Flamengo x Criciúma - 29/set - 16h00 - Estádio do Maracanã

Atlético-MG x Santos - 29/set - 18h30 - Estádio Independência

Ficha Técnica

Santos 2 x 1 Criciúma

Local: Vila Belmiro, Santos;

Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA);

Assistentes: Janette Mara Arcanjo (MG) e Valdebranio da Silva (RO);

Assistentes adicionais: Celio Amorim e Wagner dos Santos Rosa;

Santos: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Gustavo Henrique e Mena; Renê Júnior, Arouca, Leandrinho (Renato Abreu) e Montillo (Pedro Castro); Willian José (Giva) e Thiago Ribeiro.

Técnico: Claudinei Oliveira.

Criciúma: Helton Leite; Tony, Matheus Ferraz (Henik), Leonardo e Diego; Fábio Ferreira, Elton (André Gava) e João Vitor; Lins, Wellington Paulista e Daniel Carvalho (Fabinho).

Técnico: Sílvio Criciúma.

Gol: Thiago Ribeiro (SAN) aos 20, Willian José (SAN) aos 41 do primeiro tempo, Tony (CRI) aos 31 do segundo tempo

CA: João Vitor, Henik e Elton (CRI); Montillo, Thiago Ribeiro e Arouca (SAN).

Add a comment

Com gol no final, São Paulo perde para o Goiás no Serra Dourada

sao-paulo-futebol-clubePara manter o embalo no Brasileirão 2013, o São Paulo visitou o Goiás neste domingo (22) e teve sua sequência de vitórias, desde o retorno de Muricy Ramalho, interrompida com a derrota pelo placar de 1 a 0.

Com 27 pontos, o São Paulo pode terminar a rodada fora da zona de rebaixamento. O Goiás vai a 33 e fica em sexto lugar

Walter recebeu de Tartá e entregou a bola para Hugo arriscar o chute e Rogério Ceni fazer a defesa na primeira tentativa de gol da partida.

O São Paulo respondeu no passe de Ganso para Wellinton, que tirou Renan da jogada, mas bateu pela linha de fundo. A partida se mostrava equilibrada em seus primeiros minutos.

Aos 15, Walter tentou duas vezes o gol e em ambas, Rogério Ceni foi para a defesa. O Goiás tocava a bola e explorava o fator casa para criar suas chances.

O Goiás seguia pressionando e Walter quase fez gol por cobertura aos 23, com Rogério Ceni evitando a abertura do placar. Depois, foi a vez de Renan Oliveira ir para o chute, sem sucesso.

Lesionado, Denílson teve de sair de campo e foi substituído por Fabrício no São Paulo. Aos 38, Walter teve mais uma chance para fazer o gol e o goleiro são-paulino novamente fez a defesa.

Hugo aproveitou cruzamento aos 44 minutos e, de frente para o gol, foi para o arremate, mas Rogério Ceni novamente impediu o gol do Goiás.

David, no começo do segundo tempo, bateu de fora da área e a bola foi longe do gol. O Goiás tocava a bola e tentava manter o controle da partida na etapa final.

Renan Oliveira fez o lance para Walter bater de primeira e mandar a bola longe do gol. O São Paulo não conseguia investir no ataque e o Goiás pressionava, quase chegando ao gol com Araújo, finalizando de voleio.

Aos 26, Hugo colocou a bola na área, mas Rogério Ceni ficou com a bola. O Goiás continuava tentando o gol e o São Paulo não conseguia se impor no ataque.

Rodrigo, aos 44, abriu o placar para o Goiás, batendo falta que bateu na trave e nas costas de Rogério Ceni antes de entrar no gol.

Próximos jogos de Goiás e São Paulo pela 24ª rodada do Brasileirão 2013

São Paulo x Grêmio - 29/set - 16h00 - Estádio do Morumbi

Goiás x Fluminense - 28/set - 18h30 - Estádio Serra Dourada

Ficha Técnica

Goiás 1 x 0 São Paulo

Local: Serra Dourada, Goiânia (GO).

Árbitro: Paulo H. Godoy Bezerra (SC);
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Marrubson Melo Freitas (DF);
Assistentes adicionais: Ranilton Oliveira de Sousa (MA) e Marcelo Alves dos Santos (MT);

Goiás: Renan; Vitor, Ernando, Rodrigo e Thiago Mendes; Amaral, David (Ramon), Renan Oliveira, Hugo e Tartá (Araújo); Walter.
Técnico: Enderson Moreira.

São Paulo: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Reinaldo; Denilson (Fabrício), Rafael Tolói, Ganso e Jadson; Welliton (Osvaldo) e Luis Fabiano (Aloísio).
Técnico: Muricy Ramalho.

Gol: Rodrigo (GOI) aos 44 do segundo tempo.

CA: Ernando (GOI).

Add a comment

Palmeiras vence Sport-PE no Pacaembu e abre nove pontos do segundo colocado

palmeiras-futebol-clubeLíder do Campeonato Brasileiro da Série B, o Palmeiras recebeu o Sport no Pacaembu neste sábado (21) e venceu o jogo pelo placar de 2 a 1, com direito a gol no primeiro lance da partida.

O Palmeiras dispara na liderança da Série B, indo a 55 pontos ganhos. O Sport é o sexto, com 37.

Com menos de um minuto de partida, Wesley abriu o placar para o Palmeiras. Recebendo a bola na intermediária, o meia bateu forte e acertou o ângulo do goleiro Magrão.

O Sport também respondeu chutando de longe com Lucas Lima, mas Fernando Prass conseguiu fazer a defesa.

O Palmeiras tocava a bola e tentava barrar a reação do Sport. Wesley tentou colocar a bola na área, mas ninguém do Palmeiras chegou para completar o lance.

A equipe pernambucana teve grande chance de empatar aos 16, quando Felipe Azevedo invadiu a área e acertou a trave de Fernando Prass, com George Lucas não aproveitando o rebote.

Vinícius roubou a bola do jogador do Sport e fez o passe para Valdívia tirar o zagueiro e tentar o chute, mas a bola foi pela linha de fundo. O Palmeiras tentava o ataque, com o Sport apostando na pressão em cima da zaga anfitriã.

Aos 26, Lucas Lima arriscou o chute e mandou por cima do gol. O Sport mantinha a pressão e se arriscava contra a meta de Fernando Prass.

Felipe Azevedo arriscou aos 36, mas Fernando Prass conseguiu a defesa. O Sport pressionava mais nos minutos finais do primeiro tempo e explorava os espaços deixados pela defesa palmeirense.

O Palmeiras retornou para o segundo tempo pressionando o Sport atrás do segundo gol. Vinícius aproveitou-se de erro de Pereira para tentar o contra-ataque e lançou Valdívia, que tentou bater para o gol, mas a bola foi pela linha de fundo.

A pressão palmeirense continuou e Wesley fez o segundo aos nove minutos da etapa final, partindo com a bola e batendo forte no canto da meta pernambucana.

O Sport respondeu na tentativa de Chumacero, que arriscou o chute e mandou a bola por cima do gol. Aos 19, Lucas Lima apareceu no ataque e foi para o chute, mas também desperdiçou a chance de fazer o gol do time visitante.

Pouco depois, o Sport ficou com um a menos com a expulsão de Tobi após cometer falta na entrada da área. O Palmeiras controlava o ritmo da partida e tocava a bola para administrar o resultado.

O Sport diminuiu o placar aos 35 minutos, em cobrança de falta, que Rithelly apareceu e desviou para as redes palmeirenses.

O Palmeiras teve chance de fazer o terceiro em cruzamento na área, que bateu em Ananias e foi pela linha de fundo. Os minutos finais viram os dois times brigando pelo gol e criando chances.

Próximos jogos de Palmeiras e Sport pela 25ª rodada da Série B 2013

Palmeiras x América-RN - 28-/set -16h20 - Estádio do Pacaembu

Bragantino x Sport - 28/set - 16h20 - Estádio Nabi Abi Chedid

Ficha Técnica

Palmeiras 2 x 1 Sport

Local: Pacaembu, São Paulo;

Árbitro: Célio Amorim;

Assistentes: Helton Nunes e Rafael da Silva Alves;

Palmeiras: Fernando Prass; Luís Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley (Eguren), Alan Kardec (Charles) e Valdivia (Felipe Menezes); Vinicius e Ananias.

Técnico: Gilson Kleina.

Sport: Magrão; Tobi, Pereira e Vinícius Simon; George Lucas (Chumacero), Anderson Pedra (Aílton), Rithely, Lucas Lima (Oswaldo) e Marcelo Cordeiro; Marcos Aurélio e Felipe Azevedo.

Técnico: Geninho.

Gol: Wesley (PAL) aos 56seg do primeiro tempo, Wesley (PAL) aos 9, Rithelly (SPR) aos 35 do segundo tempo.

CA: Rithelly, Tobi, Felipe Azevedo e Pereira (SPR). Wesley (PAL).

CV: Tobi (SPR).

Add a comment

Com gol no final, Corinthians perde para o Botafogo-RJ no Maracanã

corinthians-futebol-clubO Corinthians visitou o Botafogo nesta noite de quarta-feira (11) pela abertura do segundo turno do Brasileirão 2013 e acabou derrotado por 1 a 0, com o gol sendo marcado no final da partida.

Com 39 pontos, o Botafogo fica na vice-liderança do Brasileirão. Com 30, o Corinthians segue em quinto lugar.

A primeira chance de gol da partida foi corintiana. Douglas bateu de longe e Renan conseguiu a defesa. Depois, foi a vez de Emerson arriscar, após receber de Romarinho, e bater por cima da meta carioca.

O Corinthians marcava forte e impedia os avanços botafoguenses em campo. Aos 16, Seedorf foi lançado sozinho na área, tentou o drible em Cássio, venceu o goleiro e bateu para o gol, mas Paulo André salvou o Corinthians.

O Botafogo pressionava mais e Seedorf tentou completar lançamento na área, mas não conseguiu tocar na bola. O Corinthians criava pouco e brigava pela posse de bola.

De fora da área, Danilo tentou encobrir Renan no primeiro lance do segundo tempo, mas mandou longe do gol. Aos dois minutos, Igor recebeu na esquerda e tentou o cruzamento, defendido pelo goleiro.

Na primeira tentativa botafoguense na etapa final, Rafael Marques dominou na esquerda e tentou o cruzamento, mas a bola passou em frente ao gol corintiano.

O Botafogo tentava criar chances e Hyuri recebeu de Rafael Marques para tentar o cruzamento, com Igor fazendo o corte.

Edílson, aos 21, apareceu para o chute e Cássio fez a defesa. Logo depois, mais uma tentativa do botafoguense e o goleiro corintiano novamente conseguiu evitar o gol do time da casa.

Aos 22, Seedorf bateu falta e Cássio caiu para dar um toque na bola e tirá-la do caminho do gol. O Corinthians tentava equilibrar a partida e bloquear as investidas do Botafogo.

Alexandre Pato tentou marcar de cabeça aos 31 e quase colocou a bola dentro do gol de Renan. A pressão botafoguense seguia, mas o Corinthians não deixava de criar suas chances.

A insistência do Botafogo deu resultado aos 44 minutos, quando Hyuri foi lançado na direita, Cássio saiu do gol para a defesa mas o jogador botafoguense deu um toque na bola para encobrir o goleiro e anotar o gol da vitória do Botafogo.

Próximos jogos de Corinthians e Botafogo pela 21ª rodada do Brasileirão 2013

Corinthians x Goiás - 15/set - 16h00 - Estádio do Pacaembu

Santos x Botafogo - 15/set - 18h30 - Estádio da Vila Belmiro

Ficha Técnica

Botafogo 1 x 0 Corinthians

Local: Maracanã, Rio de Janeiro

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC);
Assistentes: Marcio Eustáquio S. Santiago (MG) e Cristhian Passos Sorence (GO);
Assistentes adicionais: Emerson de Almeida Ferreira (MG) e Devarly Lira do Rosário (ES);

Botafogo: Renan; Edílson, Bolívar, Dória e Júlio César; Marcelo Mattos (Lucas Zen), Renato e Seedorf; Lodeiro (Otávio), Rafael Marques e Elias (Hyuri).
Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Corinthians: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Igor (Felipe); Maldonado, Edenílson, Danilo e Douglas; Romarinho (Alexandre Pato) e Emerson (Paulo Victor).
Técnico: Tite.

Gol: Hyuri (BOT) aos 44 do segundo tempo.

CA: Seedorf e Lodeiro (BOT); Emerson, Felipe e Paulo André (COR).

Add a comment

Palmeiras vence ASA-AL por 3 a 0 e dispara na liderança da Série B

palmeiras-futebol-clubeNo Pacaembu, o Palmeiras recebeu o ASA nesta terça-feira (10) pela segunda rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro da Série B e venceu pelo placar de 3 a 0.

O resultado mantém o Palmeiras como líder da Série B, com 48 pontos. O ASA, com 23, fica próximo da zona de rebaixamento.

O Palmeiras iniciou a partida tocando a bola e o ASA apostando nos erros da defesa adversária para criar chances de gol. Aos quatro minutos, em jogada de velocidade, o time da casa chegou ao ataque, mas sem sucesso.

Felipe Menezes bateu falta e acertou a barreira. O time alagoano respondeu em contra-ataque que terminou com cabeceio de Lúcio Maranhão por cima do gol.

O Palmeiras buscava o gol e o ASA brigava para aproveitar os contra-ataques. Aos 22, Felipe Menezes bateu de fora da área e Gilson conseguiu a defesa.

Wendel ganhou do zagueiro e foi para o chute cruzado, por cima do gol. Alan Kardec, aos 29, cobrou falta e Gílson conseguiu evitar o gol palmeirense no Pacaembu.

Aos 33, Márcio Araújo partiu para o ataque, invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro do ASA. O pênalti foi marcado e Alan Kardec bateu para a defesa de Gílson.

Dois minutos depois, Alan Kardec se redimiu e abriu o placar para o Pacaembu. Ele recebeu de Wesley na entrada da área, dominou e bateu forte no canto direito do goleiro do ASA.

Wanderson teve a chance de empatar a partida após receber passe de Glaydson e Tiago Alves conseguiu afastar o perigo. O zagueiro deixou a partida minutos depois lesionado e foi substituído por André Luiz.

No começo do segundo tempo, Wesley fez o segundo gol do Palmeiras. Wendel tabelou com Alan Kardec e cruzou para o camisa 11 chegar na pequena área e anotar o segundo gol do Palmeiras.

A partida era disputada, mas os dois times já não se arriscavam mais ao gol com tanta insistência. Aos 30, Lúcio Maranhão foi para o arremate, sem conseguir sucesso.

Aos 34, Serginho fez o terceiro do Palmeiras na partida. O jogador recebeu bola de Alan Kardec e apareceu na área para bater na saída de Gílson.

Valdívia teve a chance de fazer o seu nos minutos finais e acertou o travessão de Gílson.

Próximos jogos de Palmeiras e ASA pela 22ª rodada da Série B 2013

ASA x Joinville - 13/set -19h30 - Estádio Coaracy da Mata Fonseca

América-MG x Palmeiras - 14/set - 16h20 - Estádio Independência

Ficha técnica

Palmeiras 3 x 0 ASA

Local: Pacaembu, São Paulo;

Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ);

Assistentes: Carolina Romanholi Melo (CE) e Rafael Trombeta (PR);

Palmeiras: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Tiago Alves (André Luiz) e Wendel; Márcio Araújo, Wesley e Felipe Menezes (Valdívia); Leandro, Vinicius (Serginho) e Alan Kardec.

Técnico: Gilson Kleina.

ASA (AL): Gilson; Maicon, Tiago Garça, Fabiano e Chiquinho Baiano; Milton Júnior (Reinaldo), Djair, Glaydson (Kleiton Domingues) e Didira (Tallyson); Wanderson e Lúcio Maranhão.

Técnico: Leandro Campos.

Gol: Alan Kardec (PAL) aos 35 do primeiro tempo, Wesley (PAL) aos 4 Serginho (PAL) aos 34 do segundo tempo.

CA: Glaybson (ASA) e Leandro (PAL).

Add a comment

Em jogo atrasado, Santos vence Inter-RS fora de casa e se aproxima do G4

santos-futebol-clubeEm jogo adiado da 10ª rodada do Brasileirão 2013, o Santos enfrentou o Internacional nesta terça-feira (10) e venceu pelo placar de 2 a 1, em Novo Hamburgo (RS).

O resultado leva o Santos a 28 pontos, na sétima posição. Já o Inter segue com 30.

A primeira chance de gol da partida foi do Santos, com Giva, que driblou Alan e foi para o chute, em cima do goleiro do Inter.

O time de Porto Alegre respondeu com Scocco que, da entrada da área, mandou a bola ao lado da meta de Aranha. Os dois times mostravam iniciativa nos primeiros minutos de partida.

Scocco bateu aos 13 minutos e o chute deu rebote e D'Alessandro e finalizou com perigo contra a meta de Aranha.

Aos 22, Alan Santos teve de deixar o jogo devido a lesão e foi substituído por Renê Júnior. Logo depois, o Santos abriu o placar com Thiago Ribeiro, aproveitando desvio de escanteio na primeira trave para tocar a bola para dentro da meta gaúcha.

Pouco depois do gol, Giva também deixou o campo lesionado e Everton Costa entrou em seu lugar. Nos minutos finais, D'Alessandro teve duas chances para tentar o gol, ambas sem sucesso.

No começo do segundo tempo, o Internacional seguiu pressionando e D'Alessandro bateu falta para o desvio de Juan, mas a bola ficou com a defesa santista.

O Santos conseguiu achar espaço para atacar e, aos 22 minutos, fez o segundo. Renato Abreu, em seu primeiro lance no jogo, bateu falta e a bola desviou no caminho antes de entrar no gol de Alisson.

Renato Abreu arriscou novamente aos 26 e quase fez o terceiro gol do Santos. Logo depois, foi a vez de Gustavo Henrique tentar o gol, de cabeça e o goleiro defender.

Aos 29, o Internacional teve pênalti marcado a seu favor. D'Alessandro foi para a cobrança e diminui a vantagem santista em Novo Hamburgo.

Leandro Damião aproveitou erro da defesa santista para roubar a bola e partir com ela até o chute, defendido por Aranha. O Inter buscava criar chances para o empate.

Nos minutos finais, Fabrício acabou expulso de campo por reclamar após marcação de falta.

Próximos jogos de Santos e Internacional pela 20ª rodada do Brasileirão 2013

Flamengo x Santos - 12/set - 21h00 - Estádio do Maracanã

Internacional x Vitória - 11/set - 19h30 - Estádio do Vale

Ficha Técnica

Internacional 1 x 2 Santos

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ);

Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Wagner de Almeida Santos (RJ);

Assistentes adicionais: Paulo H. Godoy Bezerra e Edmundo Alves do Nascimento (ambos de SC);

Internacional: Alisson; Jackson (Alex), Alan, Juan e Fabrício; Ygor, Willians, Otávio (Rafael Moura) e D’Alessandro; Scocco (Caio) e Leandro Damião.

Técnico: Dunga.

Santos: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Gustavo Henrique e Emerson; Alison, Cícero, Leandrinho (Renato Abreu) e Alan Santos (Renê Júnior); Thiago Ribeiro e Giva (Everton Costa)

Técnico: Claudinei Oliveira.

Gol: Thiago Ribeiro (SAN) aos 27 do primeiro tempo, Renato Abreu (SAN) aos 22, D'Alessandro (INT) aos 30(pen) do segundo tempo.

CA: Cicinho, Edu Dracena e Alison (SAN); Willians e Fabrício (INT).

CV: Fabrício (INT).

Add a comment

Santos vence Goiás-GO na Vila Belmiro e inicia aproximação do G4

santos-futebol-clubeO Santos recebeu nesta noite de sábado (07), a equipe do Goias e venceu por 1 a 0, na Vila Belmiro em jogo válido pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, a equipe da Vila Belmiro sobe da 13ª colocação para a oitava posição, com 25 pontos ganhos, ficando a seis pontos do G4. Já o Goiás permanece no sétimo lugar, com 26 pontos.

Quem foi até a Vila Belmiro para ver gols teve que esperar até o inicio da segunda etapa para assistir o time da casa fazer o gol solitário da partida com Thiago Ribeiro, aos quatro minutos, quando, em um rápido contra-ataque, o atacante santista recebeu de Giva e assinalou o gol da vitória do Santos no confronto.

Próximos jogos de Santos e Goiás pela 20ª rodada da Série A 2013:

Flamengo x Santos - 12/09 - 21h00 - Maracanã

Goiás x Cruzeiro - 11/09 - 21h00 - Serra Dourada

Ficha Técnica

Santos: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Durval e Emerson; Alison, Cícero, Pedro Castro (Renato) e Leandrinho (Alan Santos); Thiago Ribeiro e Everton Costa (Giva).
Técnico: Claudinei Oliveira.

Goiás: Renan; Vitor, Rodrigo, Ernando (Valmir Lucas) e Willian Matheus; Dudu Cearense (Roni), David e Hugo e Ramon; Renan Oliveira e Walter.
Técnico: Enderson Moreira.

Árbitro: Wagner Reway (MT);
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Paulo Cesar Silva Faria (MT);
Quarto árbitro: Márcio Henrique de Gois (SP);
Assistentes adicionais: Adriano Milczvski e Paulo Roberto Alves Junior (ambos do PR);
Local: Vila Belmiro, em Santos;
Data: sábado, 07, às 18h30.

Gol: Thiago Ribeiro, aos 4 min/2ºT (SAN).

CA: - (SAN); Dudu Cearense

Add a comment

Com dois de Alex, São Paulo perde para o Coritiba por 2 a 0

sao-paulo-futebol-clubeA equipe do São Paulo, que precisava vencer para tentar respirar no campeonato, visitou o Coritiba neste domingo (08) e perdeu por 2 a 0, no estádio Couto Pereira, em partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Apesar de estar próximo do G4, o Coritiba não vencia há seis jogos e, com a vitória, a equipe alviverde agora soma 28 pontos e ocupa a sétima colocação na tabela de classificação. Já a equipe paulista permanece na zona de rebaixamento, com 18 pontos ganhos, na 18ª colocação.

O Coritiba dominou o jogo desde o começo e criou as melhores chances de gol, principalmente nas belas jogadas do camisa 10, Alex, que aproveitou a chance que teve no rebote do goleiro para marcar o primeiro do time da casa.

No fim do primeiro tempo, Alex faria o gol da vitória da equipe paranaense em uma bela cobrança de falta que passou por cima da barreira e que Rogério Ceni não conseguiu defender.

O São Paulo tentou reagir no segundo tempo, mas não conseguiu solidificar sua reação. O time do Morumbi ainda teve Osvaldo expulso aos 31 minutos, após cometer falta em Vinícius.

Apesar da luta e empenho dos jogadores do São Paulo, a derrota não foi evitada.

Próximos jogos de Coritiba e São Paulo pela 20ª rodada da Série A 2013:

Atlético Mineiro x Coritiba - 12/09 - 21h00 - Independência

São Paulo x Ponte Preta - 12/09 - 21h00 - Morumbi.

Ficha técnica

Coritiba: Vanderlei; Vinícius, Lucas Claro, Chico e Sergio Escudeiro; Willian Farias, Uelliton, Vitor Júnior e Alex; Robinho e Keirrison (Geraldo (Anderson Aquino (Lincoln))).
Técnico: Marquinhos Santos.

São Paulo: Rogério Ceni; Paulo Miranda (Maicon), Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Reinaldo; Wellington, Fabrício (Oswaldo), Lucas Evangelista e Paulo H. Ganso; Aloísio e Luis Fabiano (Negueba).
Técnico: Paulo Autuori.

Árbitro: Alício Pena Junior (MG);
Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa e Dibert Pedrosa Moises (ambos do RJ);
Assistentes adicionais: Ronan Marques da Rosa e Rodrigo D. Alonso Ferreira (ambos de SC);
Quarto árbitro: Fábio Filipus (PR);
Local: estádio Couto Pereira, em Curitiba;
Data: domingo, dia 08, às 16h.

Gol: Alex, aos 31 min/1ºT (1-0), Alex, aos 47 min/1ºT (2-0) (CFC)

CA: Sergio Escudeiro, Vitor Júnior, Vanderlei, Vinícius (CFC); Aloísio (SÃO).

CV: - Osvaldo (SÃO).

Add a comment

No Pacaembu, Corinthians fica no empate sem gols com o Náutico-PE

corinthians-futebol-clubCorinthians e Náutico se enfrentaram neste domingo (8) pela rodada final do primeiro turno do Campeonato Brasileiro e ficaram no empate sem gols no Pacaembu.

O Corinthians vai a 30 pontos ganhos, em quinto lugar. O Náutico permanece na zona de rebaixamento, com nove.

O jogo começou com o Corinthians tentando ficar com a posse de bola atrás de chances ofensivas, mas foi o Náutico a arriscar primeiro no chute de longe de Derley, por cima do gol.

Após erro de Leandro Amaro, Edenílson ficou com a bola e bateu para o desvio em jogador do Náutico e a posterior defesa de Gideão. Os primeiros minutos de partida mostravam um Corinthians tranquilo e o Náutico tentando ficar com a posse de bola.

Danilo arriscou o chute aos 17 minutos e Gideão saiu para a defesa. Na sequência, foi a vez de Paulo André finalizar e o goleiro do Náutico novamente trabalhar.

O Náutico tentava criar jogadas de ataque, mas não conseguia chegar com qualidade na área corintiana. O Corinthians mantinha o controle do jogo, mesmo sem se arriscar tanto ao ataque.

Danilo quase se aproveitou de falha defensiva de Auremir para arriscar contra o gol de Gideão. Os minutos finais do primeiro tempo mantiveram o panorama de muita movimentação, mas sem chances claras de gol.

O Corinthians foi ao ataque no segundo tempo e Paulo André cabeceou bola vinda de escanteio, para boa defesa de Gideão. Depois, foi a vez de Romarinho arriscar, sem sucesso.

Aos nove minutos, Romarinho bateu falta e a bola bateu no travessão. O Corinthians tentava pressionar na etapa final e abria espaços na defesa do Náutico.

Edenílson dominou e finalizou para a defesa do goleiro do Náutico, que desviou a bola pela linha de fundo. Aos 20, Paulo André tentou novamente o chute e Gideão conseguiu salvar o Náutico.

O Náutico tentava apostar em algum erro da defesa corintiana para ir ao ataque. O Corinthians pacientemente tocava a bola e Ibson arriscou o chute aos 37, que acertou o travessão.

O Corinthians continuou buscando o gol nos minutos finais e Igor bateu falta, mas Gideão foi para a defesa.

Próximos jogos de Corinthians e Náutico pela 20ª rodada do Brasileirão 2013

Botafogo x Corinthians- 11/set - 21h50- Estádio do Maracanã

Náutico x Grêmio - 11/set - 21h50 - Arena Pernambuco

Ficha técnica

Corinthians 0 x 0 Náutico

Local: Pacaembu, São Paulo

Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR);
Assistentes: Neuza Inês Back (SC) e Ivan Carlos Bohn (PR);
Assistentes adicionais: Rodrigo Carvalhais de Miranda e Bruno Arleu de Araujo (ambos do RJ);

Corinthians: Danilo Fernandes; Alessandro, Gil, Paulo André e Igor; Ralf, Ibson, Edenílson e Danilo; Romarinho e Léo (Paulo Victor).
Técnico: Tite.

Náutico: Gideão; Auremir, Jean Rolt, Leandro Amaro e Dadá; Elicarlos, Derley, Hélder, Tiago Real (Morales) e Jones Carioca; Rogério (Hugo).
Técnico: Levi Gomes.

CA: Alessandro e Ralf (COR); Jones Carioca e Leandro Amaro (NAU).

Add a comment

Fora de casa, Palmeiras bate Atlético (GO) por 3 a 1 e retorna à liderança da Série B

palmeiras-futebol-clubeO Palmeiras enfrentou o Atlético/GO em partida válida pela 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro e a equipe paulista venceu o time da casa por 3 a 1, em partida realizada no estádio Juscelino Kubitschek, em Itumbiara (GO).

Com o resultado, o Palmeiras, que foi líder do primeiro turno, recuperou a liderança e agora soma 45 pontos, em 20 jogos disputados. O Atlético-GO vive uma situação diferente. Brigando para fugir da zona de rebaixamento, o time da casa permanece com 20 pontos e vai para a zona de rebaixamento ocupando agora a 17º posição na tabela.

O primeiro tempo começou com a equipe do Palmeiras pressionando o time da casa e não demorou muito para os paulistas abrirem o placar. Aos 11 minutos de jogo, após escanteio pela direita, Alan Kardec subiu de cabeça e abriu o placar no JK.

Ainda na primeira etapa, o lateral direito do time paulista, Luís Felipe, chutou de fora da área, o goleiro Roberto espalmou e deu o rebote para Alan Kardec que, na sequência, foi derrubado na área por Arthur. Pênalti para o Palmeiras que Alan Kardec bate e faz o segundo dele na partida.

O segundo tempo foi mais equilibrado e o time da casa deu trabalho para o goleiro Fernando Prass que foi obrigado a fazer belas defesas. Mesmo assim, o Palmeiras não se deixou intimidar pelas boas chances do Atlético e aos 33 minutos, Kardec lança Charles, que passa para Leandro. O atacante dá um chapéu no marcador e toca na saída do goleiro para fazer 3 a 0 para os paulistas.

Antes do final, o Atlético-GO desconta com Ricardo Jesus, após receber cruzamento de Jorginho, aos 38 minutos.

Próximos jogos de Atlético-GO e Palmeiras pela 21ª rodada da Série B 2013

Joinville x Atlético-GO - 10/09 - 19h30 - Arena Joinville

Palmeiras x ASA - 10/09 - 19h30 - Pacaembu.

Ficha Técnica

Atlético-GO 1 x 3 Palmeiras

Atlético (GO): Roberto; Rafael Cruz, Artur, Ednei e Ernandes; Dodó, Régis (John Lennon), Marino (Jorginho) e Bida (Thiago Rômulo), Adriano Michael Jacson e Ricardo Jesus.
Técnico: PC Gusmão.

Palmeiras: Fernando Prass; Luis Felipe, Tiago Alves, Vilson e Wendel (Léo Gago); Márcio Araújo, Wealey e Felipe Menezes (Charles); Leandro, Vinícius (Serginho) e Alan Kardec.
Técnico: Gilson Kleina.

Árbitro : Jean Pierre Goncalves Lima (RS);
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e Rener Santos de Carvalho (AC);
Quarto árbitro: Roberto Giovanny Oliveira Silva (GO);
Local: Estádio Juscelino Kubitschek, em Itumbiara, Goiás;
Data: Sábado, 07, às 18h15.

Gol: Ricardo Jesus, aos 38 min/2ºT (1-3) (AGO); Alan Kardec, aos 11 min/1ºT (0-1), Alan Kardec, aos 15 min/1ºT (0-2), Leandro, aos 33 min/2ºT (0-3) (PAL)

CA: Artur (AGO); Tiago Alves (PAL).

Add a comment

São Paulo perde do Criciúma-SC no Morumbi e permanece na zona de rebaixamento

sao-paulo-futebol-clubeSão Paulo e Criciúma se enfrentaram nesta quinta-feira (5) pelo encerramento da penúltima rodada do primeiro turno do Brasileirão 2013 e o Criciúma venceu a partida pelo placar de 2 a 1.

Com 23 pontos, a equipe catarinense fica na nona posição. O São Paulo segue na zona de rebaixamento, com 18.

O jogo começou com os dois times tentando achar espaços para criar suas jogadas de gol. Aos seis minutos, Elton colocou a bola na área e Marcel subiu para tentar o cabeceio, mas sem sucesso.

Aos 13, Negueba aproveitou erro da defesa do Criciúma para roubar a bola e arriscar o chute, defendido por Gallatto. O São Paulo criava chances e tentava pegar a defesa do Criciúma de surpresa.

Rogério Ceni bateu falta aos 19 e o goleiro da equipe catarinense conseguiu a defesa.

Dois minutos depois, Rodrigo Caio derrubou Marlon na área e o árbitro marcou pênalti. Marcel foi para a cobrança e colocou o Criciúma na frente do placar.

Luís Fabiano tentou responder logo depois, após tabelar com Jadson e arriscar o chute, defendido por Gallatto. Logo depois, o camisa 9 arriscou novamente da pequena área e o goleiro do Criciúma fez nova defesa.

O time da casa insistia em criar chances e pressionar a defesa do Criciúma, enquanto a equipe catarinense ficava na defesa para segurar o ataque do São Paulo.

Aos 41 minutos, o Criciúma fez o seu segundo gol. Marcel recebeu a bola e fez o cruzamento para Lins chegar e completar de cabeça para aumentar a vantagem do time visitante

No começo do segundo tempo, Lins teve a chance de fazer o terceiro do Criciúma ao bater na saída de Rogério Ceni, mas acabou acertando a trave, com Paulo Miranda afastando o perigo.

Aloísio tabelou com Luís Fabiano e arriscou o chute, que desviou na defesa e foi pela linha de fundo. O São Paulo tentava impor pressão para buscar reagir na partida.

O São Paulo teve pênalti marcado a seu favor quando Aloísio foi derrubado por Gallatto na área. Rogério Ceni foi para a cobrança e o goleiro do Criciúma espalmou a bola.

Aos 22, Aloísio foi para o chute e nova defesa de Gallatto. Dois minutos depois, o jogador teria melhor sorte, ao receber passe de Paulo Miranda, tirar do zagueiro e bater para o gol, contando com o desvio em atleta do Criciúma.

O Criciúma tocava a bola para gastar o tempo e segurava o ataque do São Paulo. Luís Fabiano tentou colocar a bola na área e Osvaldo foi para o desvio, porém sem sucesso.

Próximos jogos de São Paulo e Criciúma pela 19ª rodada do Brasileirão 2013

Coritiba x São Paulo - 08/set - 16h00 - Estádio Couto Pereira

Criciúma x Botafogo - 08/set - 18h30 - Estádio Heriberto Hulse.

Ficha técnica

São Paulo 1 x 2 Criciúma

Local: Morumbi, São Paulo;

Árbitro: Wagner Reway (MT);
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO);
Assistentes adicionais: Wagner dos Santos Rosa (RJ) e Felipe Duarte Varejão (ES).

São Paulo: Rogério Ceni; Rafel Tolói, Paulo Miranda, Rodrigo Caio e Reinaldo; Wellington, Fabrício (Lucas Evangelista), Jadson (Ganso) e Negueba (Osvaldo); Aloísio e Luis Fabiano.
Técnico: Paulo Autuori.

Criciúma: Galatto; Sueliton, Matheus Ferraz, Leonardo e Marlon (Gilson); Elton, Serginho e João Vitor; Lins, Marcel (Douglas) e Cassiano (Morais).
Técnico: Sílvio Criciúma (interino).

Gol: Marcel (CRI) aos 22 (pên), Lins (CRI) aos 41 do primeiro tempo, Aloísio (SPO) aos 24 do segundo tempo.

CA: Matheus Ferraz, Douglas, João Vitor e Cassiano (CRI).

Add a comment

Fora de casa, Corinthians perde por 1 a 0 para o Internacional-RS

corinthians-futebol-clubNa briga pelo G4 do Campeonato Brasileiro, Corinthians e Internacional se enfrentaram nesta quarta-feira (4), com a vitória colorada pelo placar de 1 a 0, em Novo Hamburgo (RS).

O Inter vai a 27 pontos e sobe para o sexto lugar. O Corinthians permanece em quinto, com 29.

O jogo começou disputado e as duas equipes buscavam se movimentar em campo para colocar a bola na área adversária. Aos nove minutos, Otávio recebeu de D'Alessandro e foi para o chute, que acabou desviando em Edenílson.

O Inter saía mais para o ataque e Scocco fez o passe para Gabriel, que tentou o cruzamento e mandou a bola em cima de Cássio.

O Corinthians teve de fazer uma substituição no gol, com Cássio deixando o campo após trombada com jogador do Internacional. Danilo Fernandes entrou em seu lugar.

A pressão seguiu sendo colorada e o Corinthians pouco avançava no campo de ataque nos minutos finais de primeiro tempo.

No começo do segundo tempo, Scocco bateu escanteio e Danilo Fernandes conseguiu a defesa. A pressão seguia sendo do Inter, que criava chances reais de gol.

Aos nove minutos, D'Alessandro abriu o placar em Novo Hamburgo para o Internacional batendo falta que desviou em Romarinho e entrou no fundo das redes corintianas.

O Corinthians trocava passes, tentando achar espaços e investir na pressão. Danilo bateu cruzado aos 18 e mandou a bola pela linha de fundo.

O Inter segurou o ataque corintiano e tocou a bola para administrar o resultado no restante do segundo tempo.

Próximos jogos de Corinthians e Internacional pela 19ª rodada do Brasileirão 2013

Ponte Preta x Internacional - 07/set - 18h30- Estádio Moisés Lucarelli

Corinthians x Náutico - 08/set - 16h00 - Estádio do Pacaembu

Ficha Técnica

Internacional 1 x 0 Corinthians

Local: Estádio do Vale, Novo Hamburgo (RS)

Árbitro: Paulo H. Godoy Bezerra (SC);
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Adson Marcio Lopes Leal (BA);
Assistentes adicionais: Fabio Filipus e Adriano Milczvski (ambos do PR);

Internacional (RS): Alisson; Gabriel, Índio, Juan e Fabrício; Ygor, Willians, Otávio (Caio) e D’Alessandro; Scocco (Josimar) e Leandro Damião (Alex).
Técnico: Dunga.

Corinthians: Cássio (Danilo Fernandes); Edenílson, Gil, Paulo André e Fábio Santos (Alessandro); Ralf, Ibson (Igor), Danilo e Douglas; Emerson e Romarinho.
Técnico: Tite.

Gol: D'Alessandro (INT) aos 9 do segundo tempo.

CA: Scocco e D'Alessandro (INT); Emerson e Douglas (COR).

Add a comment

Palmeiras empata com Chapecoense-SC e termina primeiro turno na liderança

palmeiras-futebol-clubeNo duelo entre líder e vice-líder do Campeonato Brasileiro da Série B, Palmeiras e Chapecoense se enfrentaram nesta terça-feira (3) e ficaram no empate sem gols no Pacaembu.

A situação dos dois times não se alterou com o resultado. O Palmeiras segue liderando a Série B com 42 pontos e a Chapecoense em segundo, com 40.

Os dois times iniciaram a partida tentando o ataque e Mendieta bateu falta para as mãos do goleiro Rodolpho. A Chapecoense respondeu na tentativa de Danilinho, que tentou colocar a bola na área, mas sem sucesso.

Tiago Luís bateu de longe e Fernando Prass conseguiu a defesa. O Palmeiras partia para o ataque e brigava com a marcação do time catarinense pela posse de bola.

Mendieta fez o passe para Juninho chegar e tentar o chute, que saiu ao lado da meta catarinense. A Chapecoense marcava forte e tentava impedir as investidas palmeirenses.

Aos 16 minutos, Mendieta dominou e partiu para a área, sendo desarmado na hora do chute. Dois minutos depois, Alan Kardec venceu a disputa com o zagueiro e cabeceou bola cruzada na área, que foi por cima do gol.

Tiago Alves ficou de frente para o gol e tentou o chute, que Rodolpho defendeu. O Palmeiras insistia e Ronny, após troca de passes, bateu cruzado, quase colocando a bola no ângulo do goleiro da Chapecoense.

A Chapecoense buscava atacar, sem conseguir encaixar as jogadas ofensivas. Juninho bateu falta na área aos 36 minutos e o goleiro foi para a defesa.

Vinícius cruzou a bola na área no começo do segundo tempo e Mendieta tentou o chute, mas a bola foi pela linha de fundo. Depois, Luís Felipe também colocou a bola na área para Alan Kardec desperdiçar a jogada

Em cobrança de falta, Luís Felipe bateu por cima do gol de Rodolpho. O Palmeiras se arriscava mais e conseguia ter espaço para criar suas jogadas.

A primeira boa chance da Chapecoense veio em cobrança de falta que Tiago Luís cabeceou ao lado do gol. O Palmeiras continuava tentando criar chances de gol e o time catarinense apostava no contra-ataque.

Em cobrança de falta, Paulinho Dias desviou e Fernando Prass conseguiu fazer a defesa com o pé e Alan Kardec chegou para afastar o rebote.

Aos 25, em contra-ataque, Wesley recebeu a bola, invadiu a área e fez a finta em dois jogadores da Chapecoense antes do chute, que foi defendido por Rodolpho.

Dois minutos depois, Vinícius bateu forte na bola, para mais uma defesa do goleiro da Chapecoense. Aos 33, Wesley arriscou de longe, mas a bola foi sem direção.

Serginho recebeu na área, dominou e bateu travado contra o gol de Rodolpho. Depois, Luís Felipe arriscou e a bola passou perto do travessão.

Aos 41, Márcio Araújo arriscou o chute e mandou longe do gol. Nos acréscimos, André Luiz foi para o cabeceio e acertou a trave.

Próximos jogos de Palmeiras e Chapecoense pela 20ª rodada da Série B 2013

Chapecoense x Boa Esporte- 06/set -21h50 - Arena Condá

Atlético-GO x Palmeiras - 07/set - 18h15 - Estádio Juscelino Kubitscheck

Ficha Técnica

Palmeiras 0 x 0 Chapecoense

Local: Pacaembu, São Paulo;

Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação;
Assistentes: Márcia Bezerra Lopes Caetano e Luiz Claudio Regazone;

Palmeiras: Fernando Prass; Luís Felipe, Tiago Alves, André Luiz e Juninho; Charles, Wesley, Mendieta e Felipe Menezes (Serginho); Alan Kardec e Ronny (Vinícius)
Técnico: Gilson Kleina.

Chapecoense: Rodolpho; Fabiano, Rafael Lima, André Paulino e Fabinho Gaúcho; Wanderson, Paulinho Dias, Diego Alves e Danilinho (Athos); Tiago Luis (Caion) e Soares (Neném).
Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

CA: Tiago Luís, Wanderson, Rafael Lima e Danilinho (CHP); Alan Kardec (PAL).

Add a comment

Em jogo atrasado, São Paulo vence Náutico por 1 a 0 fora de casa

sao-paulo-futebol-clubeEm jogo atrasado da 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo visitou o Náutico nesta terça-feira (3) e venceu a partida pelo placar de 1 a 0.

O São Paulo vai a 18 pontos e segue na zona de rebaixamento, onde também está o Náutico, com oito pontos ganhos.

Osvaldo tentou o passe para Luís Fabiano no começo da partida e a bola foi afastada pela defesa do Náutico. Depois, Ganso bateu escanteio e Ricardo Berna fez a defesa.

A primeira boa chance do time da casa aconteceu no chute de Tiago Real, aos 13 minutos, que invadiu a área e bateu para boa defesa de Rogério Ceni.

Aos 22, Reinaldo foi para o chute e mandou a bola para fora. O São Paulo buscava pressionar e impor seu jogo em cima da defesa do Náutico.

O São Paulo voltou no segundo tempo procurando pressionar o Náutico, tentando colocar a bola no ataque e enfrentava a marcação do time pernambucano.

Aos 15 minutos, Rogério invadiu a área após passe de Martinez e foi para o chute, que foi longe da meta de Rogério Ceni. O jogador do Náutico teve outra chance na sequência, mas não conseguiu finalizar com perigo.

O São Paulo conseguiu uma brecha e abriu o placar aos 27 minutos. Reinaldo cruzou para Aloísio chegar e desviar a bola para dentro da meta de Ricardo Berna.

A resposta do Náutico veio com Oliveira, que acertou a trave, com Douglas completando o corte. O jogo seguia equilibrado, com muita disputa pela posse de bola e jogadas ofensivas.

Os minutos finais foram marcados pelo São Paulo tentando chegar ao segundo gol e o Náutico na defesa.

Próximos jogos de Náutico e São Paulo pela 18ª rodada do Brasileirão 2013.

São Paulo x Criciúma - 05/set - 21h00 - Estádio do Morumbi

Náutico x Vasco - 05/set - 21h00 - Arena Pernambuco

Ficha Técnica

Náutico 0 x 1 São Paulo

Local: Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata (PE)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS);
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison (RS) e Ivan Carlos Bohn (PR);
Assistentes adicionais: Flávio Feijó de Omena e Josevaldo Bisarria de Melo (ambos de AL);

Náutico: Ricardo Berna; Auremir, Leandro Amaro, William Alves e Bruno Collaço; Elicarlos, Morales (Rogério), Martinez e Helder Ribeiro (Derlei); Oliveira e Tiago Real (Jones Carioca).
Técnico: Jorginho.

São Paulo: Rogério Ceni; Douglas, Antonio Carlos, Paulo Miranda e Reinaldo; Wellington, Rodrigo Caio, Ganso (Maicon) e Lucas Evangelista (Negueba); Osvaldo (Aloísio) e Luis Fabiano.
Técnico: Paulo Autuori.

Gol: Aloísio (SPO) aos 27 do segundo tempo.

CA: Reinaldo e Maicon (SPO); William Alves (NAU).

CV: Antônio Carlos (SPO).

Add a comment

103 anos: Corinthians comemora aniversário com goleada sobre Flamengo no Pacaembu

corinthians-futebol-clubCorinthians e Flamengo se enfrentaram neste domingo (1/9) pelo Campeonato Brasileiro, com o Corinthians vencendo de goleada pelo placar de 4 a 0.

O Corinthians vai a 29 pontos e fica na quinta posição. Com 19, o Flamengo fica na parte intermediária da tabela.

O Corinthians começou a partida se arriscando no ataque e Fábio Santos teve a chance de chutar a gol, sendo travado pela defesa corintiana.

João Paulo bateu de fora da área e a bola passou perto do gol de Cássio. A partida se mostrava equilibrada e com as duas equipes disposta a ter postura ofensiva.

Aos 20, Alexandre Pato mandou o chute que foi sem direção. O Corinthians seguia na pressão e tentava colocar a bola na área.

O atacante conseguiu melhor sorte quatro minutos depois. Romarinho tabelou com Douglas e a bola ficou Pato que bateu da pequena área para o fundo das redes de Felipe.

Elias partiu com a bola e ficou de frente com Cássio, que conseguiu evitar o chute. A bola sobrou com Rafinha, que desperdiçou a chance de finalizar.

O Corinthians aumentou a vantagem, novamente com Alexandre Pato, que recebeu na direita, invadiu a área e tirou Felipe da jogada antes de bater para o gol.

O domínio da partida era do Corinthians, que tocava a bola e conseguia ter mais iniciativa de ataque.O Flamengo pouco avançava e ficava preso na marcação corintiana.

Guerrero teve a chance do terceiro gol do Corinthians no começo do segundo tempo, mas bateu sem direção. Depois, foi a vez de Alexandre Pato tentar, sem sucesso.

O Flamengo tentava pressionar e ia para cima do Corinthians, que buscava administrar a vantagem no placar. Aos 12, Ralf aproveitou cobrança de escanteio para tentar o chute, que foi para fora.

Chicão bateu falta ao 21 e mandou ao lado do gol. O Flamengo insistiu e André Santos tomou a bola de Edenílson e tentou o drible em Cássio, que conseguiu ficar com a bola.

Romarinho fez o terceiro gol corintiano aos 28 minutos, aproveitando rebote do goleiro para bater e aumentar a vantagem do time da casa no Pacaembu.

Aos 37, João Paulo derrubou Emerson na área e o árbitro marcou pênalti. Guerrero bateu e fez o quarto do Corinthians.

Próximos jogos de Flamengo e Corinthians pela 18ª rodada do Brasileirão 2013

Internacional x Corinthians - 04/set - 21h50- Estádio do Vale

Flamengo x Vitória - 04/set - 19h30 - Estádio do Maracanã

Ficha técnica

Corinthians 4 x 0 Flamengo

Local: Pacaembu, São Paulo;

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO);
Assistentes: Altemir Hausmann e José Antônio Chaves Franco Filho (ambos do RS);
Assistentes adicionais: Leandro Junior Hermes e Antonio Denival de Morais (ambos do PR);

Corinthians: Cássio; Edenílson, Gil, Felipe e Fábio Santos (Alessandro); Ralf, Ibson e Douglas (Maldonado); Romarinho, Alexandre Pato (Emerson) e Guerrero.
Técnico: Tite.

Flamengo: Felipe; Luiz Antonio, Chicão, Wallace e João Paulo; Rafinha (Nixon), Elias (Diego Silva), Carlos Eduardo (Gabriel) e André Santos; Marcelo Moreno e Paulinho.
Técnico: Mano Menezes.

Gol: Alexandre Pato (COR) aos 24, 34 do primeiro tempo, Romarinho (COR) aos 28, Guerrero (COR) aos 37 (pen) do segundo tempo

CA: Ralf, Romarinho e Felipe (COR); João Paulo e Rafinha (FLA)

Add a comment

Sâo Paulo empata com Botafogo e segue na zona de rebaixamento

sao-paulo-futebol-clubePara consolidar sua reabilitação no Campeonato Brasileiro, o São Paulo visitou o Botafogo neste domingo (1/9) e a partida terminou empatada por 0 a 0.

O São Paulo segue na zona de rebaixamento, indo a 15 pontos ganhos. Com 30, o Botafogo é o quarto.

O jogo começou com os dois times buscando o ataque. Aos seis minutos, Ganso bateu falta, e a bola sobrou para Osvaldo acionar Antônio Carlos, mas o zagueiro não conseguiu tocar na bola para fazer a defesa.

Elias aproveitou erro de passe de Rodrigo Caio, mas manda longe do gol. Em outra tentativa botafoguense, Júlio César aplicou um chapéu no zagueiro, mas não deu sequência no lance.

Aos 17, Lodeiro recebeu a bola de Edílson e tentou o chute, com a bola desviando no zagueiro e indo pela linha de fundo. O Botafogo criava chances, mas não conseguia estabelecer o seu jogo.

Seedorf bateu escanteio aos 30 e quase complicou a defesa do São Paulo, com Rogério Ceni fazendo o corte. Os visitantes tocavam a bola e tentavam achar espaços da defesa botafoguense.

A equipe carioca seguia tentando pressionar, sentindo dificuldade ao dar prosseguimento às jogadas. O jogo seguia disputado nos minutos finais do primeiro tempo.

O segundo tempo começou com o Botafogo se arriscando e Seedorf foi para o chute aos quatro minutos, mas acertou o travessão de Rogério Ceni.

Osvaldo fez o passe para Lucas Evangelista, que tentou o chute e a bola passou ao lado do gol. O jogo seguia equilibrado e com muitas tentativas de gol dos dois times.

Aos 19, Jadson recebeu na direita, partiu pela direita e tentou o chute cruzado, que foi para fora. O Botafogo respondeu com Seedorf, que bateu falta longe do gol.

O Botafogo chegou com perigo aos 22, em jogada de Rafael Marques que a defesa são-paulina cortou e sobrou para Renato bater pela linha de fundo.

Aos 32, nova chance do São Paulo com Reinaldo, que tentou o cabeceio, mas a bola acabou pela linha de fundo. Depois, Rodrigo Caio bateu de longe e Renan fez a defesa.

A partida seguia disputada e os dois times tentavam o gol, mas o empate prevaleceu.

Próximo jogo do Botafogo pela 18ª rodada do Brasileirão 2013

Botafogo x Coritiba - 05/set - 19h30- Estádio do Maracanã

Próximo jogo do São Paulo pela 10ª rodada do Brasileirão 2013 (partida adiada)

Náutico x São Paulo - 03/set - 21h00 - Arena Pernambuco

Ficha Técnica

Botafogo 0 x 0 São Paulo

Local: Maracanã, Rio de Janeiro;

Árbitro : Sandro Meira Ricci (PE);
Assistentes: Alessandro A. Rocha de Matos e Luiz Carlos Silva Teixeira (ambos da BA);
Assistentes adicionais: Igor Junio Benevenuto (MG) e Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES);

Botafogo: Renan; Edílson, Bolívar, Dória e Júlio César; Marcelo Mattos (Renato), Gabriel, Lodeiro, Seedorf e Rafael Marques; Elias (Alex).
Técnico: Oswaldo de Oliveira.

São Paulo: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Reinaldo; Wellington, Fabrício (Paulo Miranda), Jadson (Negueba) e Ganso; Lucas Evangelista e Osvaldo (Welliton).
Técnico: Paulo Autuori.

CA: Jadson, Welliton, Antônio Carlos e Douglas (SPO); Bolívar (BOT)

Add a comment

Santos derrota Fluminense por 2 a 0 no Maracanã

santos-futebol-clubeFluminense e Santos se enfrentaram na noite deste sábado (31) pela 17ª rodada do Brasileirão 2013, com a vitória santista pelo placar de 2 a 0.

Com 22 pontos ,o Santos sobe para o 11º lugar da tabela. O Fluminense, com 18, começa se aproximar da zona de rebaixamento.

O jogo começou com os dois times brigando pela posse de bola. Aos nove minutos, Rhayner foi para o chute, mas mandou a bola longe do gol de Aranha.

Na primeira boa chance santista, o gol. Thiago Ribeiro deu um toque na bola após cruzamento e a colocou no fundo das redes de Diego Cavalieri.

O Fluminense tentava pressionar e Rafael Sóbis bateu falta, acertando a barreira. Também na bola parada, Thiago Ribeiro arriscou, Everton Costa desviou e a bola passou perto da meta carioca.

Cícero aumentou a vantagem santista aos 28 minutos. O Santos pressionava e conseguia as melhores chances de gol.

O segundo tempo começou com o Fluminense arriscando-se no ataque e Rafael Sóbis acertou a trave em cobrança de falta aos seis minutos.

A equipe das Laranjeiras tentava criar chances de gol e teve a oportunidade de marcar aos 14, mas Aranha fez boa defesa em chute de Wagner.

Rafael Sóbis bateu falta aos 21 e viu o goleiro do Santos fazer a defesa. O Santos respondeu com Renê Júnior, que finalizou de longe e Diego Cavalieri fez a defesa.

Aos 31, Thiago Ribeiro recebeu na área e tentou driblar Diego Cavalieri, mas o arqueiro do Fluminense conseguiu evitar a conclusão do atacante santista.

Everton Costa fez a jogada, tirou Anderson e cruzou, mas ninguém do Santos chegou para dar sequência ao lance. O Fluminense tentou criar chances nos minutos finais, sem conseguir sucesso.

Próximos jogos de Fluminense e Santos pela 18ª rodada do Brasileirão 2013

Atlético-MG x Fluminense - 04/set - 21h50- Estádio Independência

Atlético-PR x Santos - 04/set - 19h30 - Estádio Durival de Britto (Vila Capanema)

Ficha técnica

Fluminense 0 x 2 Santos

Local: Maracanã, Rio de Janeiro;

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS);

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence (ambos de GO);

Assistentes adicionais: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto e Luis Teixeira Rocha (ambos do RS);

Fluminense: Diego Cavalieri; Bruno, Gum e Anderson; Carlinhos, Edinho, Willian (Felipe), Rhayner (Marcos Júnior), Eduardo (Wagner) e Rafael Sobis; Fred.

Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Santos: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, Durval e Mena; Renê Júnior, Alan Santos (Pedro Castro), Cícero e Everton Costa; Thiago Ribeiro (Giva) e Leandrinho (Léo)

Técnico: Claudinei Oliveira.

Gol: Thiago Ribeiro (SAN) aos 12, Cícero (SAN) aos 28 do primeiro tempo.

CA: Gum (FLU) e Mena (SAN).

Add a comment

Palmeiras empata com Ceará-CE e permanece na liderança da Série B

palmeiras-futebol-clubeDepois da Copa do Brasil, o Palmeiras visitou o Ceará neste sábado (31) no encerramento da penúltima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e a partida terminou empatada por 2 a 2.

O Palmeiras segue líder da Série B, com 41 pontos. O Ceará tem 22 e fica em 13º lugar.

Logo no começo da partida, Ricardinho apareceu no ataque e bateu por cima da meta palmeirense. O Ceará tentava pressionar nos primeiros minutos de partida.

Leandro arriscou o chute e Fernando Henrique conseguiu a defesa. No escanteio seguinte, Alan Kardec foi para o cabeceio e acertou o travessão.

O Palmeiras encontrava espaços para tocar a bola e Valdívia era o jogador mais acionado na criação de jogadas. O Ceará tentava apostar nos erros da defesa palmeirense.

Vicente cruzou para Magno Alves ir para o cabeceio e quase colocar a bola no ângulo de Fernando Prass. A equipe da casa marcava forte para impedir as investidas do Palmeiras.

Aos 23 minutos, o Ceará abriu o placar com Magno Alves, que cabeceou cobrança de escanteio direto para o fundo das redes.

O Palmeiras partiu para a reação. Leandro invadiu a área e tentou o chute, sendo desarmado pela defesa do Ceará.

A resposta do Ceará aconteceu no chute longo de Magno Alves, que passou perto do gol de Fernando Prass. Os dois times brigavam pela bola e tentavam criar chances de gol.

Aos 44, Alan Kardec empatou o jogo ao receber passe de Valdívia, invadir a área e bater rasteiro, na saída de Fernando Henrique.

No começo do segundo tempo, Marcos foi para o chute e Fernando Prass fez a defesa. O Palmeiras respondeu em contra-ataque com Mendieta que bateu cruzado, com a defesa fazendo o corte.

Henrique bateu falta aos nove minutos e a bola foi direto para as mãos de Fernando Henrique. O Ceará buscava pressionar e não deixava espaço para o Palmeiras ir ao ataque.

Magno Alves foi lançado, partiu com a bola e invadiu a área para bater na saída de Fernando Prass, mas a bola saiu pela linha de fundo.

O Ceará retomou a dianteira no placar após troca de passes com Marcos, batendo na saída de Fernando Prass.

O Palmeiras reagiu e empatou o jogo novamente aos 25 minutos. Mendieta dominou e fez o passe na área para Leandro chegar e bater no ângulo do goleiro do Ceará.

Leandro tentou o chute aos 39 e a bola desviou na defesa antes de ir pela linha de fundo. O Palmeiras pressionou pelo gol nos minutos finais, sem conseguir sucesso.

Próximos jogos de Ceará e Palmeiras pela 19ª rodada da Série B 2013

Joinville x Ceará - 03/set -19h30 - Arena Joinville

Palmeiras x Chapecoense - 03/set - 21h50 - Estádio do Pacaembu.

Ficha Técnica

Ceará 2 x 2 Palmeiras

Local: Castelão, Fortaleza;

Árbitro: Alicio Pena Junior (MG);

Assistentes: Aelson Mariano Campelo Gomes e Sergio H Campelo Gomes (ambos de MA);

Ceará: Fernando Henrique; Marcos, Potiguar, Diego Ivo e Vicente (Douglas); João Marcos, Xaves, Ricardinho (Dinélson) e Rogerinho; Magno Alves e Mota (Romário).

Técnico: Sérgio Soares.

Palmeiras: Fernando Prass; Luis Felipe, Tiago Alves, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley, Mendieta (Ronny) e Valdivia (Felipe Menezes); Leandro e Alan Kardec.

Técnico: Gilson Kleina.

Gols: Magno Alves (CEA) aos 23, Alan Kardec (PAL) aos 44 do primeiro tempo, Marcos (CEA) aos 21, Leandro (PAL) aos 25 do segundo tempo.

Add a comment

Mais artigos...

  1. São Paulo empata com Atlético-PR no Morumbi e segue na zona de rebaixamento
  2. No Maracanã, Corinthians empata com Fluminense por 0 a 0
  3. Santos deixa escapar vitória nos acréscimos e só empata com Vasco-RJ
  4. Palmeiras ganha do Joinville-SC fora de casa e segue liderando Série B
  5. São Paulo perde para a Portugesa de 2 a 1 no Canindé
  6. Corinthians faz 2 a 0 no Vitória e chega ao G4 pela primeira vez em 2013
  7. Santos empata com Cruzeiro-MG no Mineirão
  8. Palmeiras vence Paraná de virada e segue líder da Série B
  9. Na Vila Belmiro, Santos e Corinthians empatam por 1 a 1
  10. Palmeiras vence São Caetano de virada e permanece líder da Série B
  11. Corinthians vence Criciúma-SC fora de casa e se aproxima do G4
  12. Palmeiras vence Bragantino e segue liderando Série B
  13. Corinthians e São Paulo empatam por 0 a 0 no Pacaembu
  14. Ponte Preta vence Santos e deixa zona de rebaixamento
  15. Palmeiras e Guaratinguetá empatam por 1 a 1
  16. No Morumbi, São Paulo perde para o Internacional por 1 a 0
  17. Santos vence Crac-GO por 2 a 0 e se garante na próxima fase da Copa do Brasil
  18. Debaixo de muita chuva, Corinthians empata fora de casa com Atlético-PR
  19. Na Vila Belmiro, Santos empata com Coritiba por 2 a 2
  20. São Paulo perde por 3 a 0 para o Cruzeiro-MG em pleno Morumbi
  21. Em jogo disputado, Palmeiras vence Figueirense e assume liderança da Série B
  22. Corinthians vence São Paulo e conquista título da Recopa Sul-Americana
  23. Na estreia de Paulo Autuori, São Paulo perde para o Vitória
  24. Corinthians perde no Pacaembu para o Atlético-MG
  25. Santos goleia Portuguesa por 4 a 1 na Vila Belmiro

Assine Nossa Newsletter

Can't find lists: A backend database error has occurred. Please try again later or report this issue.
Error code: -91

Quem Curti o ParnaíbaWEB

Login

copyright © 2007 - 2013 - www.parnaibaweb.com.br