Marcelo Donisete

Como trabalhar o emocional com sua equipe

emocionalA neurociência já sabe que a maioria das decisões tomadas são automáticas, pois são resultados de um processamento inconsciente baseado em experiências prévias.

Tirar a mão de uma superfície quente, por exemplo, é uma decisão rápida, que não envolve nenhum tipo de racionalização interna.

Por outro lado, existem algumas decisões que envolvem análises racionais e emocionais. Trocar de emprego, por exemplo, é uma decisão tomada com base na análise racional de riscos (maiores salários, tempo pra se chegar ao trabalho) e no entendimento emocional da nova situação (adaptação ao novo ambiente, abandono dos atuais colegas de trabalho).

Nessa linha, segundo uma pesquisa encomendada pela Dale Carnegie Training (empresa de treinamento e desenvolvimento de pessoas), apenas um quarto dos funcionários engajados (ou emocionalmente envolvidos) consideraria trocar sua vaga atual, mesmo que o aumento oferecido pela nova empresa fosse de 20%.

É por isso que os gestores precisam entender que engajamento é muito mais que fazer o funcionário se sentir feliz no trabalho.

É importante que eles saibam trabalhar o lado emocional da sua equipe para mantê-la engajada. Para isso, seguem algumas dicas simples de como melhorar as relações com os funcionários e fazer do ambiente empresarial um local mais envolvente.

1. Faça o empregado se sentir valorizado e confiante

O sentimento de valorização promove outras emoções positivas, o que leva a uma melhoria do ambiente empresarial e os supervisores imediatos são os mais indicados para promover esse tipo de sentimento.

Eles estão em contato direto com os funcionários e podem incentivá-los, reforçando os bons trabalhos apresentados.

Essas pequenas ações podem gerar um ambiente mais agradável e tranquilo, o que aumenta o engajamento dos funcionários. Confiantes com os bons resultados, os colaboradores passam a se sentir mais inspirados e a ajudar outros colegas de trabalho.

2. Envolva os funcionários

O engajamento de um funcionário pode ser medido pela vontade dele de recomendar a organização em que trabalha como um lugar para trabalhar e fazer negócios.

Por isso, os funcionários precisam sentir que pertencem a uma organização e estão orgulhosos de ser parte dela. Deixar claro para os funcionários os rumos para onde a empresa está indo e de que maneira eles estão ajudando a organização a alcançar seus objetivos é uma boa maneira de fazê-los se sentirem parte do negócio.

Além disso, os trabalhadores que se conectam emocionalmente com a organização em que atuam são mais propensos a ficar com a empresa.

Os colaboradores que se sentem partes da empresa acabam se dedicando mais ao que fazem, entregando trabalhos melhores em menos tempo e ficando na organização por mais tempo, o que, consequentemente, reduz os gastos da empresa.

3. Entusiasmo é a chave

Quando os funcionários se sentem entusiasmados com seus empregos, eles se esforçam para entregar além do esperado e até a começar a pensar fora da caixa para executar um trabalho ou tarefa.

Os funcionários que estão entusiasmados com seu trabalho ficam animados para estar na empresa, não só por conta do salário ou a próxima promoção, mas porque eles se preocupam com a organização e querem trabalhar para ajudar a organização a atingir seus objetivos.

Para isso, os gestores devem manter um espírito animado quando estiverem alinhando tarefas e passando trabalhos para os funcionários. Afinal, a melhor maneira de promover o entusiasmo é estar entusiasmado!

Perfil

FotoMarcelo Donisete é morador de Santana de Parnaiba há mais de 30 anos, formado em Análise de Sistemas, Ciências da Computação é pós-graduado em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Atua como Consultor de Gestão Empresarial, voltado a Tecnologia da Informação.

 

Add a comment

Assine Nossa Newsletter

Seu Email:

Seu Nome:


Quem Curti o ParnaíbaWEB

Login

copyright © 2007 - 2013 - www.parnaibaweb.com.br