cidade são pedro ★ ★ ★ ★ ★ Tão grande que tem nome de cidade ★ ★ ★ ★ ★
super-banner-sp

Jornal Cidade São Pedro é destaque no Folha de Alphaville

jovem-cria-jornalNo começo do ano, o Jornal Folha de Alphaville, principal referência jornalística de Santana de Parnaíba, deu relevância à criação do Jornal Cidade São Pedro. Na reportagem, o idealizador Rafael dos Reis falou sobre a importância de se ter um canal de comunicação para a reflexão de ideias em um bairro.

Hoje, o bairro Cidade São Pedro é um dos maiores do município, porém é muito isolado, devido à topografia da localidade onde foi constituído. Nada mais justo que se criar uma mídia perene, que forneça informação e conteúdos dinâmicos ao cidadão.

Fruto dessa matéria foi a leitora Beatriz Ribas que fez contato e hoje estreia sua coluna no jornal. Leia a matéria abaixo.


Jovem cria jornal para bairro de Santana de Parnaíba

Um jovem morador de Alphaville está levando a um bairro de população carente de Santana Parnaíba uma maior participação sobre as questões da comunidade. Rafael dos Reis, de 25 anos buscou em um jornal de bairro ouvir o que os cidadãos querem dizer. Desde os 18 anos ele trabalha como operador de bolsa de valores. Começou no escritório de um primo até conseguir montar o próprio negócio em Santos, no litoral paulista.

Depois de se mudar para Alphaville foi que surgiu a ideia de falar dos problemas da periferia de Parnaíba. O jornal “Cidade São Pedro” foi criado para que a população do bairro saiba e reflita sobre os problemas de onde eles moram.
A publicação é entregue gratuitamente nas casas e também pode ser visualizada na versão online no portal parnaibaweb.com.br. De acordo com o jovem empresário, a idealização do periódico nada mais é do que um auxiliar com uma função social dentro do bairro de tem apenas uma entrada e uma saída.

Em pouco tempo, o jornal ganhou repercussão e uniu a população que cobrou Rafael que não soltou a publicação no mês de dezembro em razão das festas de fim de ano. “Me cobraram. A população quer ter voz, quer ser ouvida. Eles querem melhorias no bairro e isso é muito bom porque se cria um pensamento crítico que estava perdido em virtude da falta de um espaço como esse.”

Mas qual a importância de um jornal de bairro? Toda comunidade precisa de um canal para expor e encaminhar suas reivindicações e um jornal cumpre esse papel fundamental de servir de meio de expressão e de exercício da cidadania. Embora cada jornal tenha sua especificidade, seja na linha editorial ou na comercial, todos buscam ser porta-voz das necessidades de cada região, defendendo os direitos e cobrando responsabilidade das autoridades competentes.

Esse tipo de publicação expressa impasses e conflitos entre a sociedade civil local e seus representantes políticos e administradores governamentais buscando e cobrando soluções com uma maior participação da população local restaurando o espaço democrático que pode ter deixado de existir. “Conheço moradores que acordam, vão trabalhar, voltam para casa, dormem e no outro dia começam a rotina exatamente igual. Eles não participam da vida da comunidade e foi isso que pensamos quando tivemos a ideia da criação do jornal” diz Rafael.

Outro detalhe colocado pelo empresário diz respeito à política municipal. “Toda medida que se toma em Parnaíba acaba refletindo em outros municípios, como Barueri e Cajamar, já que não temos divisas e assim é também o contrário. A população precisa estar atenta a tudo o que envolve o bairro, o município, o país. Então estamos tentando unificar bairros e municípios em prol de uma coletividade”, reforça. Agora, a ideia de Rafael é expandir o jornal para o bairro da Fazendinha. “Acho justo a reivindicação da população do bairro e vamos nos esforçar para conseguir ampliar”, finaliza.

☟ Última Edição - Versão Digital ☟
Banner San Supermercados
Banner Japauto
Banner O Boticário

Eu moro na Cidade São Pedro

Dona Iraci "Índia"

Dona Iraci "Índia"

"Fui uma das primeiras moradoras, só tinha eu, o Zé do Chapéu e o seu Orlando, estou aqui fazem 35 anos"

Dona Nice

Dona Nice

"Cheguei aqui faz 31 anos, lavei roupa várias vezes na bica, em frente ao Paulo Botelho, o bairro era bem morto".

Mais Notícias
Apoio
Banner San Supermercados
Banner O Boticário
Banner Japauto